Carolina Hong entrevista Rodrigo Ciriello para o JR Agro na Record News sobre o trabalho da Coalizão Brasil e a Força Tarefa de Silvicultura de Nativas

No dia 17 de dezembro, na reta final de 2021, o diretor da Futuro Florestal, Rodrigo Ciriello foi entrevistado pela Carolina Hong, apresentadora do programa JR Agro da Record News, para falar um pouco sobre o papel da Coalizão Brasil, Clima, Florestas e Agricultura no cenário nacional, principalmente no que concerne as atividades desenvolvidas pelo movimento nas ações para ajudar o país a atingir suas metas estabelecidas na COP21, onde foi assinado o Acordo de Paris, que tem como principal objetivo a redução do impacto das mudanças climáticas e consequente aquecimento global.

 

Rodrigo foi convidado para falar em nome da Coalizão porque hoje faz a coliderança da Força Tarefa de Silvicultura de Nativas, grupo que tem se posicionado para tornar a atividade um dos meios para ajudar o país a atingir uma das metas determinadas pelo governo brasileiro no Acordo de Paris, o plantio de 12 milhões de hectares de florestas até 2030, uma meta mais do que ambiciosa se analisarmos o total de florestas comerciais plantadas nos últimos 40 anos pelo setor florestal brasileiro, com foco em eucalipto e pinus.

 

O grupo de trabalho quer também demonstrar que, ao mesmo tempo que ajuda o país a realizar esse grande feito prometido na iNDC brasileira, pode trazer renda ao produtor rural que investir em florestas nativas plantadas, seja para produção de madeira tropical, como também produtos não madeireiros, como castanhas, óleos essenciais, resinas, taninos, entre muitos outros subprodutos da biodiversidade das árvores brasileiras que podem ser inseridas nos diversos modelos de florestas plantadas.

 

A Força Tarefa de Silvicultura de Nativas tem diversas atividades em seu escopo, mas destacamos principalmente quatro delas que são seus principais focos de atuação, que são a pesquisa e desenvolvimento (P&D), mercados, marco regulatório e financiamento/investimentos.

 

Assista essa entrevista bacana, clicando no player abaixo: